História

Segundo o artigo2°.dos Estatutos aprovados a quando da constituição desta Associação, o objecto social era manter "a Secção de Bombeiros adstrita à Corporação dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, já existente e oficializada, enquanto não lhe for possível e autorizada a criação da sua própria Corporação".
Considerando que tal redacção estatutária se encontrava ferida de inutilidade absoluta, o Serviço Nacional de Bombeiros (SNB)vem, mais tarde, a considerá-la "manifestamente ilegal e inconveniente", admitindo mesmo "a extinção da Associação, conforme resulta do artigo 182º, nº.2, alínea a), do Código Civil".
Em alternativa, o SNB preconiza que "a Associação Humanitária de Fajões deve requerer a homologação da criação do respectivo Corpo de Bombeiros".

Face a este duplo cenário - extinção da Associação ou criação do nosso corpo de Bombeiros -a opção é unânime.

Com efeito e em reunião realizada em 2 de Setembro de 1983, foi decidido "iniciaras diligências necessárias junto do Serviço Nacional de Bombeiros com vista à criação da Corporação dos Bombeiros de Fajões, composta por duas secções, na dependência desta Associação Humanitária", para além de "dar conhecimento desta deliberação à Direcção e Comando da Associação Humanitária de Oliveira de Azeméis e solicitar o apoio com vista à concretização da criação da nossa própria Corporação", bem como "submeter à apreciação da Assembleia Geral desta Associação uma proposta de alteração das actuais Estatutos, mormente do seu artigo segundo, a elaborar oportunamente".
Em 20 de Janeiro de 1984 é apresentado ao Serviço Nacional de Bombeiros "o pedido de homologação da criação do Corpo de Bombeiros Voluntários de Fajões".
Ouvida a Federação dos Bombeiros do Distrito de Aveiro (B.D.A.), esta "formula parecer negativo quanto à transformação da Secção de Fajões em Corpo de Bombeiros".
Em reunião de 4 de Janeiro de 1985,o Conselho Regional de Bombeiros do Norte confirma o parecer favorável à criação do novo Corpo de Bombeiros, emitido em sua reunião de 16 de Julho de 1984.


Por outro lado, o Conselho Superior de Bombeiros, em 2de Abril de 1985, deliberou dar a sua concordância à constituição daquele Corpo de Bombeiros.
Finalmente, "na sequência da deliberação da Direcção do Serviço Nacional de Bombeiros, tomada em 10 de Julho de 1985, foi homologada a criação do Corpo de Bombeiros Voluntários de Fajões e aprovado o respectivo Regulamento interno".

©2020 Bombeiros Voluntários de Fajões. Todos os direitos reservados